Animal de Estimação – Terêncio Porto

Ele tem 30 e poucos, trabalha a contragosto como coolhunter numa agência e vive num pequeno apartamento na zona sul do Rio. Ela é Paloma, veterinária recém-solteira, vive com Afrânio, seu gato, e está depressiva. Em Animal de estimação, Terêncio Porto nos apresenta uma escrita inquietante, com doses pesadas de ironia, acidez e humor que assaltam o leitor logo de cara, pelo modo como descreve os acontecimentos mais banais. O encadeamento narrativo revela a forma como nos esbarramos na vida e o entrelaçamento direto e indireto que nos liga e nos separa, uns aos outros. Capítulo a capítulo, o casal protagonista tenta se decifrar num jogo envolvente, sempre refém das rasteiras do acaso. É o fluxo da vida.